7 pontos para uma gestão e monitoramento de operação agrícola de sucesso
Gestão e monitoramento de máquinas agrícolas

7 pontos para uma gestão e monitoramento de operação agrícola de sucesso

Em uma fazenda uma boa gestão é o diferencial entre o lucro e o prejuízo. Se está cansando em ter perdas na produção, altos custos com manutenção e máquinas quebrando a toda hora, estes 7 pontos irão te ajudar a ter mais tranquilidade e melhorar sua produtividade na fazenda.

Colocamos os itens em ordem de importância e facilidade de implantação.

  1. Realize manutenções constantes em sua frota agrícola

A realização de manutenção evita a parada não planejada das máquinas, consequentemente da operação agrícolas. A realização de manutenções preventivas garante a maior disponibilidade do maquinário e reduz os custos com horas paradas, peças, combustíveis.

Existem 3 tipos de manutenções:

  • Corretiva: Correção após a quebra da peça
  • Preventiva: Troca da peça e óleo como prevenção a quebra
  • Preditiva: Saber exatamente a vida útil de cada, antecedendo a quebra e evitando trocas desnecessárias

Quer saber mais sobre manutenção, então leia a nossa matéria: Saiba os 3 diferentes tipos de manutenção para sua máquina agrícola

2. Planeje todas as atividades agrícolas com antecedência 

O planejamento é essencial para toda e qualquer atividade agrícola. Com um bom planejamento é possível estimar de forma precisa o tempo, custo e os recursos necessários. Assim, não terá surpresas como a falta de insumos durante a operação agrícola, falta de combustível ou falta de recursos para realização do serviço.

O sistema da AgriConnected te ajuda nesta parte importante do processo de planejamento da sua operação agrícola, como mostra no vídeo abaixo:

“O planejamento é essencial para toda e qualquer atividade agrícola.”

treinamento

3. Treine os funcionários – Operadores treinados trazem maior ganho e redução de custo para operação

A falta de treinamento na mão de obra agrícola pode levar a grandes prejuízos. O desconhecimento na operação de máquinas agrícolas pode levar a suas quebras, ao aumento do consumo de combustível e a distribuição errada de insumos na terra, o que leva ao um aumento de custo da produção. Treinamento é um custo que acaba se pagando evitando a primeira quebra da máquina e a parada de toda operação.

melhores práticas

4. Veja as melhores praticas para aquela determinada atividade e cultivo

As melhores praticas para cada tipo de cultivo, máquina e implemento como a velocidade correta pode evitar desperdício de produto ou o risco de infestação. Outras boas práticas estão ligadas a limpeza dos equipamentos e implementos. Estudos dos melhores trajetos no talhão, diminuindo tempo de manobras e consumo de combustível.

GPS

5. Utilize sistemas de geolocalização como GPS e GNSS

Para produtores mais modernos o uso de sistemas de geolocalização já é uma praxe. Ele ajuda no monitoramento e correção da execução da operação. Com a utilização do GPS evitasse que o operador ou tratorista pule a rua. Consegue também ter uma visão geral do que foi realizado nos diversos talhões.

6. Tome decisões sobre dados coletados em tempo real

Os dados enviados pelos dispositivos instalados nas máquinas enviam informações sobre trajetos, velocidades, relevos e operação das máquinas. Com estes dados coletados em tempo real torna muito mais fácil a tomada de decisão no caso de atraso na atividade, quebra de equipamento ou acidentes que podem ocorrer durante a operação no campo. Quanto mais dados tiver, mais assertiva será a sua decisão.

7. Analise dados históricos de operações passadas

Este é um ponto muito importante e pouco utilizado. Podemos chamar de experiência quando registrado apenas na cabeça de uma pessoa. Guardar dados de operações passadas te ajuda a planejar as próximas operações agrícolas, evitando os erros já sofridos e aperfeiçoando novas técnicas.

Dados histórico te dá base para estudo, aperfeiçoamento e diferencial do seu produto.

Gostou do texto?

Deixe uma resposta

Fechar Menu